3 ATITUDES PARA SE VER UM MILAGRE

“ESTA MENSAGEM MUDARÁ A SUA VIDA”.

 

 

Mateus – 08: 5 a 10

05. E, entrando Jesus em Cafarnaum, chegou junto dele um centurião, rogando-lhe,

06. E dizendo: Senhor, o meu criado jaz em casa, paralítico, e violentamente atormentado.

07. E Jesus lhe disse: Eu irei, e lhe darei saúde.

08. E o centurião, respondendo, disse: Senhor; não sou digno de que entres debaixo do meu telhado, mas dize somente uma palavra, e o meu criado há de sarar.

09. Pois também eu sou homem sob autoridade, e tenho soldados às minhas ordens; e digo a este: Vai, e ele vai; e a outro: Vem, e ele vem; e ao meu criado: Faze isto, e ele o faz.

10. E maravilhou-se Jesus, ouvindo isto, e disse aos que o seguiam: Em verdade vos digo que nem mesmo em Israel encontrei tanta fé.

 

Ø      INTRODUÇÃO

                Esta será uma mensagem que certamente nos dará uma outra visão de um relato que marcou a história da humanidade, pois bem sabemos que toda a história se resume em o antes e o depois de JESUS. Para tanto, gostaria que cada leitor prestasse muita atenção nas linhas desta mensagem que muito nos ensinará sobre milagres.

                Quando falamos em milagres, sabemos que todos querem participar desse momento tão glorioso na vida de alguém, e melhor ainda se esses momentos forrem nas nossas próprias vidas. A vida de um homem que fez a diferença na história da humanidade vai nos ensinar muitíssimo para que possamos vivenciar milagres em nossas vidas. Pois quem é que não quer viver milagres?

                Porém nessa mensagem veremos que um outro homem, do qual a bíblia não menciona o nome, mas o conhecemos por O CENTURIÃO DE CAFARNAUM, também foi usado como uma ferramenta nas mãos do nosso Senhor, para que hoje nós pudéssemos crescer na vida espiritual, e assim provarmos os milagres que precisamos para vivermos uma vida acima da média.

                A bíblia nos relata que no momento em que Jó orava por seus amigos (Jó 42:10), amigos que na verdade naquele momento estavam acusando Jó de ser o responsável por toda a desgraça que estava ocorrendo em sua família, foi quando um redemoinho apareceu e mudou a sorte de Jó. Então. Por que Jeová escolheu justamente aquele momento? Por que Jeová não agiu antes? Mas foi quando Jó orava por Elifaz o temanita, Bildade o suíta, e Zofar o naamatita. E esse momento é categoricamente, e visivelmente relatado nas Sagradas Escrituras.

                Então se assenta, e com mais esta mensagem aprenda e divulgue no meio em que vive para que outros possam vivenciar os milagres que esperam em suas vidas. Pois é a vontade de Deus que todos tenham uma vida cheia de milagres e vivam esses momentos lindos, preciosos e valiosos.

                Deus é o mesmo ontem, hoje, e será no amanhã.

Ø      O CENTURIÃO DE CAFARNAUM

                Comandante de uma centúria. Essa patente militar romana era dada ao homem que tinha sob sua autoridade 100 soldados. Era uma pessoa odiada pelos Judeus, que acreditavam que estes jamais acreditariam em Jeová, e assim eram indignos de qualquer benignidade.

                Diz-nos a bíblia que então o mestre dos mestres, chamado Yeshua Mashiach, que traduzido é Jesus (Yeavé é salvador) o Messias (o ungido), veio a uma cidade que se se chamava Cafarnaum, (Aldeia de Naum). A palavra Naum traduzida é compassivo; consolação.

                O Evangelista Lucas (Lc 7), relata que Jesus acabara de concluir o sermão da montanha e ao descer vai a Cafarnaum. Então podemos concluir que o filho de Deus vai a “aldeia da Consolação” para que algo aconteça. E talvez ao ler esta mensagem você se encontre ilhado em um problema qualquer, mas hoje esta aldeia é a “aldeia de Naum”.

                Lá, Jesus ao chegar se encontra com um homem conhecido por Centurião. Penso que logo ao saber que Jesus estava se dirigindo para Cafarnaum, ele, o centurião, vai ao encontro de Jesus, pois ele tinha dentro de sua casa um grande problema.

 

Ø      O CRIADO DO CENTURIÃO

                Segundo a palavra de Deus (Mt 8:6, Lc 7:2), havia na casa do centurião, um criado que não era uma pessoa qualquer. Pois veja minha conjectura.

                O centurião com certeza era um homem rico, pois tinha uma boa posição e também criados a sua disposição. Mas esse não era um criado comum, pois fez que seu senhor se condoesse pela sua enfermidade. O que nos leva a crer, ser um criado de muita estima e valor sentimental para a família do centurião.

                Muitas vezes nos achamos indignos de recebermos uma benção, ou de sermos agraciados com algo grande, e assim nos sentimos pequenos. E devemos saber que não é assim que o Senhor nos vê, temos um inestimável valor para o nosso Deus.

                Mas agora aquele criado estava moribundo, e condenado a uma morte se nada fosse feito, pois os recursos humanos foram feitos, tais como remédios, e médicos, mas nada mudou. Talvez você conheça alguém que aparentemente não tenha mais solução, e essa mensagem pode fazer a diferença.

                Esse era o criado do centurião, pronto para morrer de uma enfermidade incurável para a época.

 

Ø      O MILAGRE

                Eu iria falar sobre o terceiro personagem desta mensagem, mas Ele dispensa qualquer comentário. Seu nome! Jesus.

                Agora logo na entrada daquela aldeia, acontece um encontro, e uma coisa é verdadeira, “toda ação provoca uma reação”. E a ação do centurião provocaria a reação do milagre, milagre que só pode acontecer através da pessoa de Jesus.

                Foi a atitude do centurião que me chamou a atenção. Sabemos que aquele que está no meio da enfermidade, jogado em um leito, tem poucas forças para lutar. Então, precisa entrar alguém que ame esta pessoa e tenha atitudes que façam acontecer o milagre.

                Mas o centurião toma três atitudes que nos enche o coração de alegria, e atitudes estas que você também poderá tomar para que o milagre aconteça na sua vida ou na vida de que você ama. Saiba que foram as atitudes de Pedro que o fez andar sobre as águas. Foram as atitudes da mulher com o fluxo de sangue que a fizeram vivenciar o milagre da cura, e assim tantos outros alcançaram seu milagre. Mas o centurião alcançou o milagre para seu criado e não para si. Senão veja.

Ø      PRIMEIRA ATITUDE PARA O MILAGRE

                No versículo 5, vemos a primeira atitude, A COMPAIXÃO.

                “Rogando-lhe, e dizendo: Senhor, o meu criado jaz em casa, paralítico, e violentamente atormentado”.

                Ele mesmo sendo um homem que poderia ter outros criados resolveu ir ele próprio buscar a ajuda, não que ele achasse que por ser centurião Jesus iria lhe atender (veremos isso a frente). Socialmente, financeiramente, politicamente e nacionalmente, o centurião era superior a Jesus, que era um Judeu pobre, mas reconheceu o poder sobrenatural de Jesus sobre qualquer problema. E rogando a Jesus. Isso mostra compaixão pelo seu criado.

                Tenha compaixão, que nada mais é que um amor extremo pela vida que se encontra em dificuldade, não vá a Jesus somente pedir por pedir.

 

Ø      SEGUNDA ATITUDE PARA O MILAGRE

                No versículo 8, observamos a segunda atitude, A HUMILDADE.

                “Não sou digno de que entres debaixo do meu telhado, mas dize somente uma palavra, e o meu criado há de sarar.”

                Que atitude maravilhosa, pois somos pessoas que nos achegamos a Jesus e queremos que ele nos atenda de qualquer maneira, sem qualquer humildade, achamos que nossa condição de cristão já nos credencia para o milagre.

                Tenha humildade em sua vida, desça do degrau da soberba, pois o próprio Jesus nos disse que “os exaltados serão humilhados”. Mas pesamos que essa palavra é somente para os ímpios e não para nós. Esquecemos-nos que são os humildes que serão exaltados, mas não busque a exaltação, pois quem exalta é JESUS. Quer ver o milagre na vida de alguém que você ama, então comece a humilhar-se na presença de Deus, e reconheça que você depende somente e inteiramente de Deus, pois não há homem entre os vivos, ou entre os mortos que possa lhe ajudar e lhe exaltar.

 

Ø      TERCEIRA ATITUDE PARA O MILAGRE

                No versículo 9, observamos a terceira atitude, A AUTORIDADE.

                “Pois também eu sou homem sob autoridade, e tenho soldados às minhas ordens; e digo a este: Vai, e ele vai; e a outro: Vem, e ele vem; e ao meu criado: Faze isto, e ele o faz”.

                Que magnífica atitude desse tal centurião. Ele reconheceu a autoridade de Jesus sobre tudo e sobre todos. Uma autoridade que estava acima da que ele tinha e conhecia.

                Reconheça a autoridade de Jesus. E que somente Ele pode ajudar alguém que você ama e quer ver curado, salvo, ajudado. Homem nenhum tem o poder de Jesus. E ele ainda ressalta dizendo que ele próprio estava debaixo de autoridade e confessou a autoridade de Jesus.

                Muitas pessoas estão desprezando a autoridade de Jesus e querem ver milagres em suas vidas, mas jamais alcançarão tal. Nossa geração virou a geração do pula-pula, a geração de pregadores que dão “shou”, cantores que não louvam, mas fazem “shou”, uma “geração de apaixonados por shou”.

 

Ø      CONCLUSÃO

                Desejo que você veja o milagre na vida de alguém que ama e na sua própria vida, mas sem essas atitudes jamais alcançaremos o milagre.

                Leia a palavra de Deus e busque seu milagre. Tome uma atitude, provoque uma reação, a reação do milagre. Depois você me liga e me conta, ta!

 

Pr. Alexandre Augusto
Quadrangular - Itajubá/MG
pastoralexandreaugusto@bol.com.br

 

sexta 29 maio 2009 16:48 , em Edificação




1 Fan

Nenhum comentário 3 ATITUDES PARA SE VER UM MILAGRE



Seu comentário :

(Opcional)

(Opcional)

error

Importante: comentários racistas, insultas, etc. são proibidos nesse site.Caso um usuário preste queixa, usaremos o seu endereço IP (107.21.163.227) para se identificar     


Precisa estar conectado para enviar uma mensagem para estudosbiblicos

Precisa estar conectado para adicionar estudosbiblicos para os seus amigos

 
Criar um blog