DÍZIMOS E OFERTAS SÃO BÍBLICOS?

 

Assunto: Dízimos e ofertas.

Nem sempre temos a mesma concordância em tudo, é diferente em algumas revelações (na visão espiritual). Para expandir o Evangelho ao mundo de hoje com tanta tecnologia precisamos de muitas pessoas contribuindo para que as pregações possam chegar a lugares remotos.(sustento da Casa do Senhor)
Levamos o Evangelho gratuitamente, porque temos quem nos sustentam, mas concordamos com quem vive do Evangelho, porque é Bíblico.
Apóstolo Paulo- 1Coríntios- 9:14- Assim ordenou também o Senhor aos que anunciam o Evangelho, que vivam do Evangelho.
Jesus mesmo disse para sair de dois em dois e que não levassem bolsa e nem alforje… Sacola de couro carregada a tiracolo e usada para levar alimentos e objetos necessários e a bolsa de dinheiro para uma viagem (Lucas-10.4,7). E ficai na mesma casa, comendo e bebendo do que eles tiverem, pois digno é o obreiro de seu salário. Não andeis de casa em casa.
Como poderá o missionário sobreviver hoje? É muito difícil achar a quem hospede!… As Igrejas tem que sustentá-los. Mas como? Se todos concordarem em não dizimarem e nem ofertarem?
Isso era  comum nas Igrejas primitivas de Atos- 4:32 á 37-v/34- Não havia, pois, entre eles necessitado algum. Porque? Todos os que possuíam herdades ou casas, vendendo-as, traziam o valor do que fora vendido, e o depositavam aos pés dos apóstolos. v/35 E repartia-se a cada um, segundo a necessidade que cada um tinha.
Como você vê isso hoje? Alguém venderia tudo e daria para os apóstolos? Mas a Bíblia diz que sim!!! Jesus disse que viriam tempos difíceis de suportar a sã Palavra de Deus.
Romanos-10:15 - E como pregarão, se não forem enviados? Como está escrito: Quão formosos os pés dos que anunciam o Evangelho da Paz; dos que trazem alegres novas de boas coisas!
Dignos é o obreiro de seu salário!!! Palavras de Jesus… Lucas- 10:7. A mulher que derramou aos pés de Jesus o perfume no valor de um ano de trabalho. Mas achou um que a condenou como um  desperdício, Judas, o traidor de Jesus…
Faço-lhe uma pergunta: Para que Jesus tinha tesoureiro?
Porque muitos depositavam aos pés de Jesus ofertas para seu ministério, já eram acostumados ao visitarem um profeta e sacerdote, não ir de mãos vazias, dar a Deus o que é de Deus. E Jesus não veio abolir a Lei. Veio cumprir a Lei.( Mateus- 5:17,18)- Ele mesmo disse ao apóstolo, dai a Cezar o que é de Cezar e a Deus o que é de Deus. Estava dizendo de obrigações dos que pagavam tributos. Todos deveriam pagar “Impostos” e também pagar  “Dízimos” o que é de Deus. (Mateus- 22:19 a 21; -Marcos- 12:15 a 17; - Lucas- 20:24). “Contribuição obrigatória em dinheiro que os governos exigem de pessoas ou instituições e que usam para o bem público.” (1Rs- 12). Assim da mesma forma os tributos no altar do templo para o bem das almas.(Mateus-17:24-27; - 22:15-21; Romanos-13:7).
A “Graça” e a misericórdia na cruz do calvário foi para pagar o sacrifício de Pecado para todos terem vida eterna após a morte física, não foi para deixar de pagar os impostos e atributos, nem do bem público e nem de Deus- Palavra do próprio Jesus- dar a Deus o que é de Deus. Mas em vários textos do Evangelho diz sobre as ofertas e sobre o sustento dos que pregavam o Evangelho que continuaram no Novo Testamento. O sustento- ”Salários” do mensageiro da “Palavra de Deus” no Templo e, para permanecer com as portas abertas para suprir todas as suas necessidades. Água, luz, telefone, materiais de ensino, produtos de limpeza, conduções para visitas e trabalhos e viagens missionárias enviados pela Igreja etc.
Se não temos nas igrejas dízimos e ofertas a Deus, como haverá sustento da Sua Palavra? Jesus curou um leproso e mandou levar a oferta de ação de graça ao sacerdote como era de costume na lei que  Moisés havia deixado como testemunho. Mateus- 8: 4.
Deixo para meditar estas poucas palavras que não são minhas, mas do Senhor Jesus.
As pessoas que aceitam ir após Jesus Cristo para testemunhar o Evangelho ao mundo, Deus promete dar o melhor dessa terra. Para irem após Cristo, devem negar a si mesmos, devem pagar o preço nas perseguições das contradições, injúrias e críticas dos homens do mundo por causa do testemunho da Palavra do Evangelho de Cristo. A vida como mensageiro, pregador de Cristo padece por amor às almas sem questionar a Deus, como um bom dispenseiro do Senhor. (1Coríntios- 9)
É necessário analisar que a vida cristã é dinâmica e não estática, pois servimos ao Deus vivo! Devolver o dízimo e participar de experiências maravilhosas com Ele, cada pessoa, passa a ter consigo vitórias gloriosas, pois o Deus de milagres e multiplicação, atua de forma que não entendemos para que sejamos abençoados. Ser dizimista consciente, implica em não fazer troca com Deus e sim, por fé, semear na vida dos irmãos com as contribuições. Ser dizimista e ofertante na casa do Senhor é dever de cada cristão pela generosidade. Reconhecendo Deus como o Senhor de sua vida, o Dono de tudo!
É preciso lançar a semente, acreditar na colheita e se preparar para a safra. É necessário crer que o resultado virá e será excelente. “O segredo é amar o dever e fazer dele um prazer.

Fique na paz!!

 

Por: Nilza Rangel
Fonte:
www.estudosbiblicosonline.com.br

segunda 04 maio 2009 09:58 , em Educação Cristã



9 comentário(s)

  • Anderson Luiz Qua 26 Dez 2012 15:26
    Tenho analisado por anos varios estudos e sempre se equivocam quanto a natureza do dizimo. Ele fo instituido para a solidariedade daqueles nao que nao tem heranaça na terra( os levitas que nao trabalhavam na terra mas adoravam dia e noite cuidado do tabernáculo do Senhor), diferente das outras tribos de israel. Não e esse o intuito hoje já que não existem nem levitas nem tabernáculo para que eles cuidem mais. Jesus e seus apostoilos e a igreja de atos não viviam de dizimos e sim de ofertas. Há uma enorme diferença entre dizimos e ofertas. Os estudos infelizmente noa demonstram isso e tem aliendao muitos irmaos a permanecem presos à lei. Os pastores não observam a finalidade das coisas que foram criadas por Deus, se tornando repetidores de rituais já desnecessários à cristaos e com certeza pertinentes a Judeus conservadores. E uma pena...
  • Rose Dom 04 Nov 2012 19:23
    PARABÉNS PASTOR... Pregue a Lei, e o seu juízo perante Deus, sera através da LEI também .... A lei acabou quando Jesus morreu... e o SR sabe bem disso... ou sera que a morte de Jesus foi em vão? Jesus ensinou sobre ofertas, benignidade, mansidão, amor ao próximo, caridade, fidelidade, e acima de tudo viver a partir da Graca, e não tentar comprar a salvação... Que Deus tenha misericórdia dos pregadores da Lei....
  • elienai maeli mailto Qua 30 Mai 2012 17:28
    parabéns gostei muito da mensagem ela passou grandes importancias para minha familía sobre dizimar na casa do senhor continui fazendo este trabalho maravilhoso que deus possa abençoar voçes a cada dia mais !!!

  • Patricia Rodrigues mailto Sex 16 Mar 2012 13:01
    Visitem este blog e procurem o arquivo "Análise de Malaquias 3-10"
    http://pati-florzinha.blogspot.com
  • djalma g .dias mailto Sex 24 Fev 2012 00:43
    muito bom seu comentario sobre dizimo, bastante oportuno para os dias de hoje , pois tem pessoas que pensa que os missionarios vive sempre em jejum ,ou que não comem. a paz
  • Reforma Já mailto Sáb 28 Jan 2012 16:59
    Olá, a paz!


    Convido o amigo a ler um TCC acadêmico sobre o "dízimo" que está postado no site [ www.reformaja.org ] no link "arquivos": A sombra do Templo no Dízimo e na Igreja.

    Creio que será uma ferramenta muito util para o vosso estudo/análise. Por esta razão, leia a pesquisa até o fim se for possível, pois o conteúdo produzido é realmente impactante...

    Um abraço!!!
  • cantor manoel daguia de mailto Dom 22 Jan 2012 20:22
    a paz do senhor pastor sou ouvimte da radio jatoba gospel bom ouvilo sou o ev e cantor manoel daguia apresentador do progama madrugada com deus no sistema gideoes de comunicaçao em camboriu das 02 hrs as 06 hrs da manha de seg a sab 47 33654090 33650792 da minha casa473365 4211 96438500 liga pra mim
  • Thiago Michael mailto Seg 05 Dez 2011 13:34
    Irmão, éramos gentios e a bíblia é livro para ser lido e compreendido completo, o Senhor Jesus não aboliu o velho testamento e sim nos trouxe uma nova "dimensão", portanto o que for útil e coerente com o novo testamento não tem nenhum problema em ser citado e pregado.Paz!
  • carlos augusto Sáb 19 Nov 2011 19:52
    O sr diz,pastor:Porque muitos depositavam aos pés de Jesus ofertas para seu ministério, já eram acostumados ao visitarem um profeta e sacerdote, não ir de mãos vazias, dar a Deus o que é de Deus. E Jesus não veio abolir a Lei. Veio cumprir a Lei.( Mateus- 5:17,18)- Ele mesmo disse ao apóstolo, dai a Cezar o que é de Cezar e a Deus o que é de Deus. Estava dizendo de obrigações dos que pagavam tributos. Todos deveriam pagar “Impostos” e também pagar “Dízimos” o que é de Deus. (Mateus- 22:19 a 21; -Marcos- 12:15 a 17; - Lucas- 20:24). “Contribuição obrigatória em dinheiro que os governos exigem de pessoas ou instituições e que usam para o bem público.” (1Rs- 12). Assim da mesma forma os tributos no altar do templo para o bem das almas.(Mateus-17:24-27; - 22:15-21; Romanos-13:7).
    A “Graça” e a misericórdia na cruz do calvário foi para pagar o sacrifício de Pecado para todos terem vida eterna após a morte física, não foi para deixar de pagar os impostos e atributos, nem do bem público e nem de Deus- Palavra do próprio Jesus- dar a Deus o que é de Deus. Mas em vários textos do Evangelho diz sobre as ofertas e sobre o sustento dos que pregavam o Evangelho que continuaram no Novo Testamento. O sustento- ”Salários” do mensageiro da “Palavra de Deus” no Templo e, para permanecer com as portas abertas para suprir todas as suas necessidades. Água, luz, telefone, materiais de ensino, produtos de limpeza, conduções para visitas e trabalhos e viagens missionárias enviados pela Igreja etc.Me perdoe pr,mas o sr está equivocado,pois hoje o dizimo é voluntario e não obrigatorio.
    È errado alguem ensinar coisas da lei,trazendo pra dentro da graça.>quando Jesus disse estas palavras,Ele ainda estava vivo e falando pra judeus que conhecia a lei e praticava esta lei,pois a nova aliança começou quando Jesus morreu e ressuscitou.
    Concordo com o sr que as igrejas devem receber contribuições,pois tem muitos gastos e somos nós os fieis que devemos fazer isso,pois o governo não o fara.
    Só não concordo em usar principios da lei,tais como malaquias 3.10 e vesiculos fora de contexto,para forçar os fies a contribuir,pois somos gentios,e não judeus,resgatados pelo sangue de Cristo e vivemos numa nova aliança,onde a graça impera,pois ela pela lei de vida do Espirito,nos tirou da morte e maldição da lei.
    Deus vos abençoe!


Seu comentário :

(Opcional)

(Opcional)

error

Importante: comentários racistas, insultas, etc. são proibidos nesse site.Caso um usuário preste queixa, usaremos o seu endereço IP (54.211.157.103) para se identificar     



Abrir a barra
Fechar a barra

Precisa estar conectado para enviar uma mensagem para estudosbiblicos

Precisa estar conectado para adicionar estudosbiblicos para os seus amigos

 
Criar um blog